Helicóptero da Otan aterrissa de emergência ao ser atacado

O helicóptero foi atacado de terra com uma lança-granadas

EFE,

18 de maio de 2008 | 05h59

Um helicóptero da Otan que transportava um governador afegão teve que realizar uma aterrissagem de emergência após sofrer um ataque com lança-granadas no sul do Afeganistão, informou neste domingo, 18, à Agência Efe o próprio governador. O fato aconteceu no sábado, quando o helicóptero se dirigia a uma mesquita da cidade de Moussa Qala, no conflituoso distrito de Helmand (sul), segundo o governador Ghulab Mangal, que viajava no aparelho. "Certamente eu era o objetivo do ataque, mas os inimigos do Afeganistão falharam", disse Mangal. As autoridades usam a expressão "inimigos do Afeganistão" para referir-se aos insurgentes talibãs, com uma ativa presença na província de Helmand. O helicóptero foi atacado de terra com uma lança-granadas e teve que fazer uma aterrissagem de emergência, embora não houvesse feridos. Mangal, junto com vários funcionários e militares britânicos, retornou em outro helicóptero à capital da região, Lashkargah.

Tudo o que sabemos sobre:
ATAQUECABUL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.