Helicópteros libaneses bombardeiam o campo de Nahr al-Bared

No acampamento, estão entrincheirados dezenas de combatentes radicais do grupo Fatah al-Islam desde maio

Efe,

30 de agosto de 2007 | 06h41

Helicópteros do Exército libanês retomaram nesta quinta-feira, 30, os bombardeios sobre o campo de refugiados palestinos de Nahr al-Bared. No acampamento, estão entrincheirados dezenas de combatentes radicais do grupo Fatah al-Islam desde 20 de maio. Fontes militares libanesas revelaram à Agência Nacional de Notícias (ANN) que, desde o amanhecer, os helicópteros realizaram sete ataques contra Sheikh Ali e Abu Amar, duas posições onde os milicianos sunitas resistem. As fontes acrescentaram que as Forças Armadas libanesas destruíram vários edifícios e fortificações onde estavam refugiados os "jihadistas". O comando militar libanês acredita que ainda haja de 60 a 70 milicianos do Fatah al-Islam no campo. Desde o início dos confrontos, já morreram 150 militares libaneses, disse à Efe recentemente um porta-voz militar.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbanoNahr al-Baredbombardeio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.