Hezbollah confirma ser dono de avião teleguiado abatido em Israel

Por Mariam Karouny

Reuters

11 de outubro de 2012 | 20h54

BEIRUTE, 11 Out (Reuters) - O líder do grupo libanês Hezbollah, xeique Hassan Nasrallah, admitiu na quinta-feira ter enviado o avião teleguiado que foi abatido no fim de semana passado após penetrar por cerca de 55 quilômetros no espaço aéreo de Israel.

Em discurso transmitido pela TV, Nasrallah disse que o aparelho tinha peças fabricadas no Irã e foi montado no Líbano por membros do movimento militante xiita. Ele confirmou o teor de uma nota divulgada na quinta-feira pelo primeiro-ministro de Israel, acusando o Hezbollah de ser responsável pelo aparelho.

"A resistência no Líbano enviou uma sofisticada aeronave de reconhecimento a partir do Líbano . Ela penetrou nos férreos procedimentos do inimigo e entrou no sul da Palestina ocupada", disse Nasralah. O Hezbollah não reconhece o Estado de Israel.

As tensões na região se agravaram nos últimos meses por causa das ameaças israelenses de bombardear instalações nucleares do Irã, país patrocinador do Hezbollah, caso a diplomacia não consiga dissuadir Teerã de manter atividade que o Ocidente suspeita que estejam ligadas ao desenvolvimento de armas atômicas. Teerã diz que seu único objetivo é gerar energia para fins civis.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBANOHEZBOLLAHISRAEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.