Hezbollah se diz em condições de atacar qualquer lugar de Israel

O líder do Hezbollah disse nesta sexta-feira que o grupo xiita libanês é capaz de atacar qualquer alvo dentro de Israel e que "os dias em que nós fugíamos e eles não, acabaram".

REUTERS

11 Maio 2012 | 19h55

"Hoje somos não só capazes de atingir Tel Aviv como cidade como também, se Deus quiser, somos capazes de atingir alvos específicos em Tel Aviv e em qualquer lugar da Palestina ocupada", disse o xeque Hassan Nasrallah em pronunciamento televisivo.

"Para cada prédio destruído em Dahiya (subúrbio de Beirute que é reduto do Hezbollah), um prédio será destruído em Tel Aviv", ameaçou Nasrallah, em um dos seus mais inflamados pronunciamentos contra Israel nos últimos meses.

Israel vive um período de tensão elevada contra o Irã, principal patrocinador do Hezbollah, por causa das suspeitas de que a República Islâmica estaria desenvolvendo armas nucleares, algo que Teerã nega.

O Hezbollah é visto tradicionalmente como força auxiliar do Irã e da Síria no Líbano, e muitos analistas acreditam que o grupo militante, que também atua como partido político, poderia retaliar em caso de ataque israelense ao Irã.

"Os dias em que éramos obrigados a sair das nossas casas e eles não eram obrigados a sair das deles acabaram", disse Nasrallah, sob aplausos da multidão de simpatizantes que assistia ao discurso.

"Os dias em que tínhamos medo e eles não, acabaram. E dizemos a eles: chegou a hora em que nós vamos continuar, e vocês é que vão desaparecer."

O Hezbollah travou em 2006 uma guerra contra Israel e se declarou vitorioso, apesar de o Líbano ter sofrido intensos bombardeios no conflito.

(Reportagem de Erika Solomon)

Mais conteúdo sobre:
LIBANO HEZBOLLAH ISRAEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.