Hillary diz a Irã que repense sua 'perigosa' política nuclear

A secretária de Estado norte-americano, Hillary Clinton, instou o Irã neste domingo a reconsiderar sua "perigosa" política nuclear, dizendo que a postura de Teerã deixa a comunidade mundial sem escolha a não ser impor "custos maiores".

REUTERS

14 de fevereiro de 2010 | 15h37

"O Irã deixa a comunidade internacional sem escolha a não ser impor custos maiores para seus passos provocativos. Juntos, estamos encorajando o Irã a reconsiderar suas perigosas decisões políticas", afirmou Clinton em discurso na capital do Catar.

"Estamos agora trabalhando ativamente com nossos parceiros regionais e internacionais, no contexto de nossa aproximação, para preparar e implementar novas medidas para convencer o Irã a mudar o curso", acrescentou, falando no Fórum Mundial Islã-Estados Unidos, em Doha.

(Por Arshad Mohammed e Regan E. Doherty; Texto de Cynthia Johnston)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.