Homem-bomba atinge base militar no Iraque e mata 19

Um homem-bomba em uma van atingiu uma base militar na cidade iraquiana de Taji nesta segunda-feira, matando ao menos 19 pessoas, no mais recente ataque realizado por insurgentes para minar a autoridade do governo.

KAREEM RAHEEM, REUTERS

28 de novembro de 2011 | 10h16

Foi o terceiro grande ataque nos últimos cinco dias no país, o que evidenciou a fragilidade da segurança no Iraque num momento em que os Estados Unidos se preparam para retirar seus últimos 14.500 soldados até o final do ano, quase nove anos após a invasão que derrubou o ditador Saddam Hussein.

O suicida explodiu uma van carregada de explosivos na entrada da base militar, onde está localizada uma prisão que mantém detidos membros da Al Qaeda e da milícia Mehdi, além de outros prisioneiros, disseram autoridades e fontes de segurança. Taji está localizada 20 quilômetros ao norte de Bagdá.

"Hoje era o dia para os prisioneiros se encontrarem com suas famílias... na entrada, havia uma van conduzida por um suicida", disse um oficial que estava trabalhando na prisão. "A van passou pelo primeiro posto de controle e antes que a polícia terminasse a vistoria, esse cara dirigiu o veículo rapidamente para dentro da base militar e explodiu (a base)."

O centro de operações de segurança em Bagdá disse que a explosão matou 19 pessoas, entre elas, 11 guardas, ferindo outras 24.

Duas outras pessoas estavam desaparecidas, de acordo com as fontes de segurança.

(Reportagem de Kareem Raheem)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEHOMEMBOMBAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.