Homem-bomba mata 13 em ataque contra restaurante em Cabul

Pelo menos 13 pessoas, afegãs e estrangeiras, morreram quando um homem-bomba detonou seus explosivos perto de um popular restaurante libanês na capital do Afeganistão, Cabul, nesta sexta-feira, informou a polícia.

Reuters

17 de janeiro de 2014 | 17h32

Islâmicos militantes insurgentes do Taliban reivindicaram a responsabilidade pelo ataque no distrito de Wazir Akbar Khan, que abriga muitas embaixadas e restaurantes para expatriados.

"Mais de 13 pessoas foram mortas, afegãos e estrangeiros", disse Mohammad Zahir, chefe de polícia de Cabul, acrescentando que as nacionalidades das vítimas estrangeiras não estavam imediatamente disponíveis.

Um porta-voz do Taliban disse que os mortos eram cidadãos alemães. Em Berlim, o Ministério de Relações Exteriores alemão disse que não poderia confirmar o envolvimento de alemães no caso.

O ataque foi realizado por volta do horário do jantar no bairro fortificado onde muitos afegãos ricos também moram. Rajadas de tiros foram ouvidas após o ataque.

"Primeiro, houve um ataque suicida perto de um restaurante para estrangeiros, onde um homem detonou explosivos ligados a seu corpo, e, em seguida, possivelmente um ou dois insurgentes entraram no restaurante", disse uma fonte de segurança afegã.

Alguns funcionários sugeriram que militantes ainda estavam dentro do local, mas nenhum tiro podia ser ouvido mais de uma hora depois do ataque e não estava claro se algum cliente ainda estava lá dentro.

(Reportagem de Jessica Donati e Mirwais Harooni)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOCABULATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.