Homem-bomba mata 22 em atentado durante funeral no Iraque

Ataque suicida deixa 40 feridos em enterro de diretor de uma escola religiosa, morto a tiros no dia anterior

Agência Estado e Associated Press,

14 de maio de 2008 | 20h49

A polícia iraquiana informou que um homem-bomba matou 22 pessoas e feriu outras 40, durante um funeral ocorrido a oeste de Bagdá, nesta quarta-feira, 14. O suicida se explodiu dentro de uma tenda na qual ocorria o funeral, na vila de Abu Minasir, logo a oeste da capital. A polícia disse que o funeral era de Taha Obaid, diretor de uma escola religiosa morto a tiros no dia anterior. Veja também:Porta-voz de clérigo xiita anuncia cessar-fogo no Iraque Não estava claro o motivo do atentado, mas havia muitos membros do chamado Conselho do Despertar - sunitas que mudaram de lado e agora combatem a Al-Qaeda - no evento. O diretor da polícia da cidade vizinha de Fallujah, coronel Faisal al-Zubair, disse que inicialmente morreram 18 pessoas. Mas algumas pessoas morreram depois. As mesquitas estão pedindo doações de sangue para tratar os feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquefuneralatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.