Homem-bomba mata quatro policiais no Iraque

Um homem-bomba vestindo um colete repleto de explosivos matou quatro policiais em Tikrit nesta quinta-feira, incluindo o chefe do batalhão anti-choque, informou a polícia iraquiana.

REUTERS

03 de dezembro de 2009 | 15h32

O ataque executado numa rua movimentada parecia ter como alvo o tenente-coronel Ahmed Subhi al-Fahal, comandante das tropas de choque de Tikrit, 150 quilômetros ao norte de Bagdá, disse a polícia.

As outras três vítimas eram guardas-costas de Fahal, que o acompanhavam enquanto ele fazia compras. Sete civis ficaram feridos na explosão.

A violência no Iraque caiu a seus níveis mais baixos depois da invasão liderada pelos Estados Unidos, em 2003. Em novembro, morreram 88 civis, na primeira vez em que a contagem mensal ficou abaixo de 100 em mais de seis anos e meio de guerra.

No entanto, iraquianos da etnia sunita, como os membros da Al Qaeda, continuam a lançar ataques regulares, incluindo os devastadores atentados suicidas contra prédios do governo em 25 de outubro e em 19 de agosto, nos quais morreram quase 250 pessoas.

Tikrit é a cidade natal do ditador Saddam Hussein, que era sunita e foi derrubado na invasão de 2003. A cidade permaneceu instável desde o início deste ano, quando os incidentes de segurança começaram a diminuir.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEATAQUEPOLICIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.