Mohammed Al-Mosuli/Efe
Mohammed Al-Mosuli/Efe

Homem-bomba se explode em mesquita xiita e mata 5 no Iraque

Outras 70 pessoas ficaram feridas; mesquita pertencia à minoria Shabak

Reuters

10 de agosto de 2012 | 14h28

MOSUL, IRAQUE - Um militante suicida dirigindo um caminhão-bomba atacou uma mesquita xiita perto da cidade iraquiana de Mosul quando as orações desta sexta-feira, 10, terminaram, matando pelo menos cinco pessoas e ferindo 70, disseram policiais e autoridades do setor de saúde. A mesquita pertencia à minoria Shabak, em Mosul, 390 quilômetros ao norte de Bagdá.

Veja também:

link Atentado deixa 11 mortos e 40 feridos

link Conflito sírio faz 22 mil iraquianos voltar para casa

"Um carro-bomba atingiu uma mesquita Shabak na vila Mwafaqiya", disse Hanin Qaddo, líder Shabak local. "Parte do edifício da mesquita desabou sobre as cabeças dos fiéis, quando estavam saindo."

Uma onda de ataques contra peregrinos, principalmente xiitas, e locais religiosos nos últimos meses aumentou a preocupação com a violência sectária à medida que líderes xiitas, sunitas e curdos do Iraque lutam para acabar com a crise em seu frágil acordo de partilha de poder.

O local da explosão desta sexta-feira está perto de territórios disputados entre o governo central de Bagdá, liderado por árabes, e a região autônoma do Curdistão, no norte do país, que tem o próprio governo e forças armadas.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadomesquita xiitaShabak

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.