Homem lança escavadeira contra viatura e ônibus em Israel

Dois policiais ficam levemente feridos durante incidente qualificado como 'atentado terrorista' pela polícia

Agências internacionais,

05 de março de 2009 | 08h30

Oficiais israelenses afirmaram nesta quinta-feira, 5, que um motorista palestino lançou uma escavadeira contra um ônibus e um carro de polícia na cidade de Jerusalém, antes de ser morto a tiros. Policiais afirmam que o incidente foi um atentado terrorista e que o ônibus não levava passageiros durante o momento do ataque.   Dois policiais ficaram levemente feridos. O incidente parece ser a mais recente ação de palestinos revoltados usando veículos usados em obras para atacar alvos israelenses. De acordo com a polícia, o ônibus estava vazio no momento do impacto e os dois policiais sofreram apenas escoriações superficiais.   O ataque ocorreu na seção sul de uma rodovia central, quando o motorista de uma escavadeira que fazia trabalhos de conserto na zona avançou contra o veículo policial, fazendo com que tombasse. Pouco depois, segundo a edição on-line do jornal Yedioth Ahronoth, o motorista atacou também um ônibus que estava vazio.   O chefe da Polícia de Jerusalém, Ilan Franco, disse que "havia um Corão aberto na escavadeira". Se for confirmado que o atacante é palestino, seria o terceiro incidente deste tipo em menos de um ano em Jerusalém.   Em julho de 2008, três israelenses morreram e cerca de 30 ficaram feridos ao serem atropelados por um palestino de Jerusalém Oriental que também dirigia uma escavadeira. Três semanas depois, em um ataque semelhante, 18 pessoas ficaram feridas perto da Cidade Antiga.

Tudo o que sabemos sobre:
Israel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.