Emad Matti/AP
Emad Matti/AP

Homens armados deixam dez mortos em ataque a mercado no Iraque

Segundo forças de segurança, insurgentes assaltam bancos e mercados de ouro para financiar atentados

Reuters,

26 de outubro de 2010 | 21h31

KIRKUK, IRAQUE- Ao menos dez pessoas morreram, entre elas cinco policiais, quando homens armados atacaram nesta terça-feira, 26, um mercado de ouro na cidade iraquiana de Kirkuk, informou a polícia e uma fonte hospitalar.

 

Veja também:

linkWikiLeaks tem mais documentos sobre guerras, diz Pentágono

linkChanceler de Saddam Hussein é condenado à morte no Iraque

linkIrã nega denúncia de que tem apoiado milícias no Iraque

 

Houve confrontos entre os agressores e as forças de segurança, nos quais dez pessoas ficaram feridas, duas delas oficiais da polícia.

 

Os homens, armados com granadas e outras armas, roubaram tendas que comercializam ouro no mercado de Kirkuk, uma cidade petroleira localizada a 250 km ao norte de Bagdá, de acordo com uma fonte de um hospital.

 

Não ficou imediatamente claro se os suspeitos eram insurgentes ou apenas ladrões de uma quadrilha.

 

Mesmo que a violência tenha diminuído no Iraque após a onda sectária entre 2006 e 2007, os ataques com explosivos e tiroteios continuam ocorrendo regularmente.

 

Os mercados de ouro têm sido alvo de ataques nos últimos meses. Uma atentado em um desses locais em Bagdá deixou 14 mortos em maio.

 

Funcionários de segurança dizem que alguns grupos insurgentes que se levantaram em armas após a invasão americana de 2003 recorrem ao crime para financiar suas operações, atacando bancos, mercados de ouro e joalherias.

Tudo o que sabemos sobre:
KirkukIraquetiroteioinsurgência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.