Homens armados sequestram norte-americana no Afeganistão

Homens armadossequestraram uma mulher norte-americana de 49 anos neste sábadoque trabalhava para um grupo de apoio em Kandahar, ao sul doAfeganistão, informou o governador da província. A mulher, que não foi identificada, foi coberta pelatradicional burqa ao ser tirada de seu carro enquanto seguiapara o trabalho, disse Assadullah Khalid a jornalistas. "O sequestro aconteceu esta manhã enquanto ela estava indopara seu trabalho. Seu motorista também foi sequestrado", disseKhalid. A mulher mora há anos em Kandahar, área do principal redutode rebeldes do Taliban, e estava trabalhando em um grupo deajuda ligado ao setor agrícola, disse ele. Quando questionado sobre quem seriam os sequestradores,Khalid disse apenas que foram "homens armados". Ele informouque há uma operação de busca para encontrar a norte-americana. No passado, gangues criminosas e o Taliban sequestraramestrangeiros e afegãos. Apenas uma parte dos estrangeiros foiassassinada. Os demais foram libertados após o pagamento de umresgate ou um acordo com o Taliban, que foi tirado do poder em2001. O Taliban, que conta com apoio da rede al Qaeda, mantém umampla atividade nas regiões sul e leste do Afeganistão e temordenado a morte de pessoas de nações que mantêm tropas no paíssobre o comando dos Estados Unidos e da Organização do Tratadodo Atlântico Norte (Otan). Desde a queda dos militantes, o maior sequestro feito peloTaliban foi o de 23 sul-coreanos em Ghazni, ao sudoeste deCabul, no último ano. O grupo de rebeldes matou dois dos refénsantes de libertar os demais após um aparente acordo com Seul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.