Homens-bomba atacam base da Otan no Afeganistão

Ao menos cinco insurgentes morreram nesta sexta-feira quando homens-bomba atacaram uma base administrada pela Otan no leste do Afeganistão, informaram autoridades do país e da organização militar internacional. O ataque foi o mais recente na instável região que serve como base para o Taliban.

REUTERS

24 de setembro de 2010 | 13h10

Um porta-voz da Força de Assistência para a Segurança Internacional, liderada pela Otan, disse que o ataque foi lançado contra uma base de operação em Gardez. A cidade fica na província de Paktia, próximo à fronteira afegã com o Paquistão.

O aumento na violência e no número de vítimas são uma grande preocupação para Washington, onde o presidente norte-americano Barack Obama deve realizar uma revisão de estratégia em dezembro, em meio à crescente impopularidade da guerra.

O Afeganistão está sendo novamente no centro das atenções depois das eleições parlamentares do final de semana passado. O evento foi atingido pela violência e amplas alegações de fraude, depois de uma segunda votação fracassada em 13 meses.

O Taliban e outros grupos insurgentes como a rede Haqqani, ligada à Al Qaeda, já lançaram uma série de ataques contra bases estrangeiras e prédios do governo no último ano, em uma tentativa de derrubar o governo e forçar a retirada de tropas estrangeiras.

"O ataque começou quando um veículo, seguido por quatro insurgentes vestindo coletes, tentou invadir uma área fortificada na base", disse a força da Otan em comunicado. O veículo foi destruído e os outros agressores foram mortos ao tentarem fugir.

Nenhum membro da força ocidental morreu no incidente, informou o comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOATAQUEOTAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.