Imigrantes judeus do Irã chegam a Israel

Quarentaimigrantes judeus do Irã voaram para Israel de forma secretanesta terça-feira, o maior grupo a fazer tal trajeto nosúltimos anos, segundo autoridades de imigração israelenses. Detalhes precisos sobre como os imigrantes viajaram do Irãpara Israel foram censurados pelas autoridades de segurançaisraelenses. Os recém-chegados foram acolhidos com uma cerimônia noAeroporto Internacional Ben Gurion, depois de terem chegado deum país onde houve escala, nação que também não pôde serrevelada. Parentes concentraram-se no aeroporto para recepcionar osimigrantes, que receberam doação de 10 mil dólares cada parafazer a mudança. Israel já recebeu dezenas de milhares decidadãos iranianos, muitos dos quais mantêm contatos discretoscom parentes na república islâmica, apesar de quase trêsdécadas de hostilidades e tensões entre os dois países. Um representante da Agência Judaica, uma das principaisorganizações que ajudam a levar judeus para Israel, afirmou queos novos imigrantes abandonaram propriedades e posses no Irã epartiram sem anunciar o verdadeiro destino final. O representante, falando sob condição de anonimato, disseque muitos dos recém-chegados vieram de Teerã. Mais de 200iranianos mudaram-se para Israel em 2007. Em 2006, haviam sido65. Israel não proíbe os seus cidadãos de visitar o Irã. O Irãnão reconhece o Estado de Israel. O programa nuclear iraniano tem provocado temores emIsrael, apesar de Teerã negar que tenha fins bélicos. Israel,acredita-se, tem o único arsenal atômico da região, o que opaís não confirma nem nega.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.