Inspetor dos EUA para reconstrução do Iraque é investigado

Denúncias incluem interferência eletrônica ao observar e-mails de funcionários e fraude

Efe,

14 de dezembro de 2007 | 04h54

O inspetor especial designado pelo governo dos Estados Unidos para a reconstrução do Iraque, Stuart Bowen, está sob investigação federal devido a denúncias de conduta imprópria, informou o jornal The Washington Post. O jornal revelou no seu site que as denúncias incluem interferência eletrônica, com supostos esforços de Bowen para observar e-mails de funcionários de seu escritório, e fraude. O jornal citou fontes oficiais e acrescentou que a investigação está sendo feita pelo escritório do FBI em Washington. Inicialmente, a notícia da investigação tinha sido divulgada pelo Congress Daily, uma publicação sobre assuntos do Congresso. Segundo a publicação, Bowen negou ter recebido qualquer notificação do FBI sobre uma investigação. Segundo as fontes citadas pelo jornal, os agentes do FBI estão investigando uma possível fraude e um júri ordenou a apreensão de documentos. Em maio, a Casa Branca revelou que o escritório de Bowen estava sendo investigado pelo Conselho de Integridade e Eficiência da Presidência. O Escritório do Inspetor Geral Especial para a Reconstrução do Iraque foi criado pelo Congresso com o objetivo de prevenir fraudes, esbanjamento e abuso dos fundos destinados à reconstrução do país.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUAreconstrução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.