Irã acusa EUA de prenderem ex-vice-ministro da Defesa iraniano

O Irã acredita que os Estados Unidos têm sob custódia um ex-vice ministro da Defesa iraniano que desapareceu em 2007 e 10 outros oficiais iranianos, segundo uma lista obtida pela agência de notícias semi-oficial Mehr nesta quarta-feira.

REUTERS

09 de dezembro de 2009 | 15h44

Separadamente, a Arábia Saudita negou a alegação do Irã de que teria entregue um cientista nuclear iraniano aos Estados Unidos e disse tê-lo procurado em vão em seu território.

"Autoridades sauditas procuraram por ele em Medina e em todos os hospitais, hotéis e no centro de Meca -- mesmo em seu local de residência -- mas ele não foi encontrado", disse o chefe de mídia do Ministério do Exterior saudita, Osama al-Nogali.

Na terça-feira, o porta-voz do Ministério do Exterior iraniano disse que 11 iranianos estão detidos nos Estados Unidos, dando o nome somente do cientista desaparecido, Shahram Amiri. O porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos P.J. Crowley, falando com repórteres em Washington, preferiu não comentar a situação.

A lista da agência Mehr também citava o nome do ex-vice-ministro da Defesa Ali Reza Asgari e incluía um ex-embaixador na Jordânia.

O Irã e os Estados Unidos romperam relações diplomáticas há três décadas e estão em um imbróglio sobre o programa nuclear de Teerã, que o Ocidente suspeita ter o intuito de fabricar bombas. O Irã nega a acusação.

O ministro iraniano do exterior está "acompanhando seriamente" os casos dos 11 iranianos detidos nos Estados Unidos através de canais legais de diplomacia, afirmou a Mehr.

(Reportagem de Reza Derakhshi)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAEUADETIDOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.