Irã afirma ter construído novo míssil de longo alcance

Ministro da Defesa não confirma se arma teria alcance para ameaçar Israel, país não reconhecido por Teerã

REZA DERAKHSHI, REUTERS

27 de novembro de 2007 | 07h28

O Irã construiu um novo míssil capaz de atingir alvos a 2.000 km de distância, afirmou nesta terça-feira, 27, o ministro da Defesa do país. Os comentários do ministro foram divulgados pela agência de notícias Fars. Mostafa Mohammad Najjar não especificou de que maneira a nova arma seria diferente do míssil Shahab-3, que tem potencial para atingir Israel e era visto como o míssil de maior alcance do país. "A construção do míssil Ashoura está entre os feitos do Ministério da Defesa", disse ele em reunião da milícia religiosa Basij, que realiza exercícios nesta semana. O ministro declarou também que um novo submarino construído pelo país será entregue à Marinha na quarta-feira. Os Estados Unidos não descartam uma ação militar contra o país se a diplomacia não conseguir encerrar um impasse envolvendo o programa nuclear iraniano. Potências ocidentais acusam o Irã de querer construir bombas atômicas, mas Teerã afirma que busca apenas gerar eletricidade. O Irã costuma anunciar grandes avanços em seu arsenal de armas, mas especialistas ocidentais dizem que o país raramente fornece detalhes suficientes para confirmar isso.

Tudo o que sabemos sobre:
Irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.