Reprodução
Reprodução

Irã alerta contra transgressão aérea após atacar drone dos EUA

Pentágono afirmou, na quinta-feira, que avião não-tripulado estava em espaço aéreo internacional

Reuters

09 de novembro de 2012 | 11h57

DUBAI - O Irã afirmou que vai agir de forma decisiva diante de qualquer invasão estrangeira a seu espaço aéreo, em um aparente alerta aos Estados Unidos depois que um avião de vigilância não tripulado norte-americano foi atacado por caças iranianos, na semana passada. "Os defensores da República Islâmica vão responder de forma decisiva a qualquer transgressão pelo ar, mar ou terra", disse o general Massoud Jazayeri, importante comandante das Forças Armadas, de acordo com a agência de notícias Fars.

"Se qualquer aeronave estrangeira tentar entrar no nosso espaço aéreo, nossas Forças Armadas vão agir", disse. Jazayeri não mencionou especificamente o incidente com a aeronave não tripulada dos EUA, os chamados drones.

Autoridades do Pentágono disseram, na quinta-feira, que um drone sem armamento estava em espaço aéreo internacional quando caças iranianos abriram fogo em 1o de novembro, sem atingir a aeronave. Os EUA emitiram um protesto formal a autoridades do Irã.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEUAdroneavião não-tripulado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.