Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Irã condena à morte 3 participantes de protestos pós-eleitorais

Réus eram acusados de pertencer a grupos opositores a Mahmoud Ahmadinejad, tidos como terroristas

Efe

10 de outubro de 2009 | 12h36

A Justiça iraniana informou neste sábado, 10, que três pessoas foram condenadas à morte por participarem dos protestos que explodiram após a reeleição do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

 

O porta-voz, que identificou os três condenados apenas por suas iniciais, acrescentou que os advogados de defesa já foram informados da sentença, da qual é passível recorrer.

 

Segundo Bashiri Rad, os condenados M.Z. e A.B. foram acusados de pertencer ao grupo opositor no exílio Associação Monárquica do Irã.

 

Já o terceiro condenado, N.A,, foi apontado como membro da organização Mujahedin Khalq (Combatentes do Povo), considerada terrorista pelo Governo iraniano.

 

O porta-voz disse ainda que outras 18 pessoas foram condenadas por sua participação nos protestos pós-eleitorias. Mas não especificou as penas nem os delitos pelos quais este grupo foi condenado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.