Irã convida agência nuclear da ONU para visita

O Irã convidou a agência nuclear da ONU para visitar o país e negociar com as autoridades, disse um enviado da República Islâmica à Reuters nesta terça-feira, sugerindo que o país estaria disposto a abordar as preocupações referentes às suas ambições nucleares.

FREDRIK DAHL, REUTERS

20 de dezembro de 2011 | 15h31

O embaixador Ali Asghar Soltanieh afirmou que o Irã enviou neste mês uma carta ao chefe da agência nuclear da ONU, Yukiya Amano, que no mês passado emitiu um relatório apontando para as ligações militares do programa nuclear de Teerã, acusação que o país nega.

A carta, segundo Soltanieh, renovou um convite feito pelo Irã em outubro para que uma representante de Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) visitasse o país.

"Eu também tive reuniões com as autoridades da agência e estamos nos planejando para a visita", disse Soltanieh.

Diplomatas dos países do Ocidente tendem a interpretar tais convites do Irã como tentativas de ganhar tempo e diminuir a pressão internacional sobre o país, que sofre com sanções cada vez mais pesadas.

Amano deixou claro que qualquer nova visita de autoridades da AIEA ao Irã deveria abordar as crescentes preocupações com os supostos objetivos militares do programa nuclear iraniano.

Ao ser perguntado se a República Islâmica estaria disposta a discutir tais questões, Soltanieh afirmou: "Discutiremos qualquer questão e trabalharemos para remover ambiguidades e resolver o problema."

Visitas anteriores de representantes da AIEA fracassaram em obter progresso significativo na resolução da disputa, que tem o potencial para provocar um conflito maior no Oriente Médio.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAIEACONVIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.