Irã diz que acusações de Bush são 'palavras vazias'

Governo de Teerã diz que EUA tentam desviar a atenção de suas políticas fracassadas para a região

REUTERS

14 de janeiro de 2008 | 14h18

O Irã chamou na segunda-feira, 14, de "palavras vazias" as declarações do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, de que o Estado islâmico está ameaçando a segurança no mundo todo por apoiar militantes. Segundo a CNN, o chanceler iraniano,  Manouchehr Mottaki, afirmou ainda que Bush tenta promover uma "iranofobia" no mundo.Em Abu Dhabi, no domingo, Bush disse que o Irã é o principal patrocinador do terrorismo e acusou o país de prejudicar a paz dando apoio ao grupo guerrilheiro libanês do Hezbollah, o grupo palestino islamita Hamas e militantes xiitas no Iraque. "Bush devia entender que o ódio contra suas políticas existe ... ele tem raízes reais e lógicas", disse Mohammad Ali Hosseini, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, segundo a rádio estatal. "As declarações de Bush demonstram seu desespero e sua decepção devido aos fracassos na região ... Ele está tentando desviar a atenção de suas políticas fracassadas", afirmou ele, acrescentando que as declarações de Bush eram "palavras vazias e repetidas".

Tudo o que sabemos sobre:
IRAPALAVRASVAZIAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.