Irã diz que acusações dos EUA sobre Iraque não são verdadeiras

O Irã rebateu na quarta-feira asacusações feitas pelos Estados Unidos de que o país estariafomentando a instabilidade do Iraque. A declaração apareceu um dia depois de o presidentenorte-americano, George W. Bush, ter afirmado que as ambiçõesnucleares dos iranianos colocavam o Oriente Médio "sob a sombrade um holocausto atômico". Questionado sobre as acusações dos EUA, o porta-voz doMinistério das Relações Exteriores disse à Reuters: "elas nãosão verdadeiras". Os dois países, antigos rivais, encontram-se imersos em umimpasse devido ao polêmico programa nuclear do Irã, programaesse que, segundo o Ocidente, teria por objetivo desenvolverarmas atômicas. O país islâmico, no entanto, afirma que seuprograma é pacífico. Os norte-americanos e os iranianos também se acusammutuamente pela violência no Iraque. Em mais um sinal da crescente tensão, forças dos EUApresentes no Iraque disseram ter detido oito iranianos durantea noite e ter apreendido uma mala cheia de dinheiro no hotel emque estavam, na região central de Bagdá. Os oito, no entanto,acabaram sendo libertados depois da realização de consultasjunto ao governo iraquiano. O Ministério das Relações Exteriores do Irã reagiu comindignação ao incidente ocorrido na capital iraquiana,convocando o representante suíço encarregado de representar osinteresses dos EUA no território iraniano. Na convocação, o Irãmanifestou "sua profunda objeção" ao ocorrido, afirmou um canalpúblico de TV do país. Um porta-voz do primeiro-ministro do Iraque, Nurial-Maliki, disse que os homens eram membros de uma delegaçãoiraniana convidada pelo Ministério da Eletricidade paradiscutir a construção de uma nova usina de força. Autoridades norte-americanas costumam acusar o Irã defornecer armas para insurgentes presentes no Iraque. Mas, nodiscurso de terça-feira, Bush adotou uma postura ainda maisradical, acusando o governo iraniano de ter ligações com a AlQaeda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.