Irã diz que derrubou avião estrangeiro não-tripulado de espionagem

A Guarda Revolucionária do Irã derrubou um avião estrangeiro de vigilância, não-tripulado, durante um exercício militar, informou no sábado a agência oficial de notícias da República Islâmica.

Reuters

24 de fevereiro de 2013 | 13h01

"Conseguimos derrubar um drone do inimigo. Isso já tinha acontecido antes em nosso país", anunciou a agência, citando declarações do general Hamid Sarkheli, porta-voz de manobras militares iranianas que estão sendo realizadas em Kerman, sudeste do Irã.

A agência não deu detalhes sobre quem seria o responsável pelo aparelho derrubado.

Em Washington, um porta-voz do Departamento de Defesa (Pentágono) disse que tinha visto o relato da agência. Ele observou que os iranianos não afirmaram especificamente que o avião era norte-americano.

No passado, o Irã anunciou ter apreendido drones dos Estados Unidos.

No início de janeiro a mídia iraniana informou que o Irã tinha capturado nos últimos 17 meses dois aparelhos de vigilância em miniatura, não tripulados, fabricados nos EUA.

Vários incidentes relacionados a drones no período de cerca de um ano aumentaram a tensão entre o Irã e os EUA na região do Golfo Pérsico. Os dois países procuram demonstrar sua capacidade militar enquanto persiste o impasse sobre o controverso programa nuclear iraniano.

O Irã afirmou em janeiro que dois drones foram derrubados por unidades de defesa iranianas, um deles em agosto de 2011 e o outro em novembro de 2012.

(Reportagem de Stephen Powell)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAVIAODERRUBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.