Irã diz que fornecerá informações sobre seu projeto nuclear

Delegação iraniana diz que dará satisfações e cooperará com a AIEA como gesto de 'boa vontade'

Agência Estado e Associated Press,

27 de agosto de 2007 | 18h25

O Irã ofereceu informações sobre seu projeto secreto de processamento de urânio à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), nesta segunda-feira, 27. Esse projeto é vinculado pela inteligência dos Estados Unidos à construção de armas nucleares e explosivos, algo que o governo do Irã nega com veemência. Nesta segunda, em seguida ao acordo fechado na semana passada com a AIEA, o Irã se declarou disposto a cooperar com a agência. Em comunicado à AIEA, a missão iraniana que está em Viena afirma que poderá providenciar mais informação sobre o projeto, como um gesto de "boa vontade." A AIEA publicou o comunicado em seu site. O comunicado não deixa de reafirmar as acusações do Irã, de que a busca por informações no projeto nuclear é "politicamente motivada" e fundamentada sobre "bases sem argumentos." Mas como um "sinal de boa vontade e cooperação com a agência, o Irã irá revisar" a documentação sobre o projeto e informará à AIEA sobre a sua avaliação," informa o comunicado. A AIEA não fez comentário oficial, mas um diplomata envolvido nas conversações disse que o comunicado significa que o Irã decidiu cumprir com os acordos feitos com a agência na semana passada. "O Irã agora tem apenas poucos meses para realmente mostrar que está seriamente envolvido em levar adiante os esclarecimentos sobre seu programa nuclear, que deixaram o mundo com suspeitas," disse o diplomata, sob anonimato. Mesmo que as respostas dadas pelo Irã sobre atividades atômicas do passado revelem que não há sinais de que o país tentou construir clandestinamente bombas nucleares, ainda restará resolver "a parte mais difícil - provar que o país não tem atividades nucleares clandestinas no presente," disse o diplomata. Há menos de uma semana o Irã e a AIEA anunciaram um acordo, segundo o qual o Irã concordou em cooperar totalmente com a agência.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAIEA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.