Irã diz que Israel não tem capacidade para atacá-lo

'Força preventiva da República Islâmica impede qualquer tipo de invasão de forças estrangeiras', disse Irã

Efe

12 de julho de 2008 | 09h47

O Governo do Irã considera que Israel não tem capacidade para lançar um ataque contra seu país "nem contra nenhum outro", disse neste sábado, 12, o porta-voz do Executivo iraniano, Gholam-Hossein Elham.   "A força preventiva da República Islâmica impede as forças estrangeiras de qualquer tipo de invasão", afirmou Elham, em entrevista coletiva divulgada pela agência pública iraniana de notícias Irna.   O porta-voz do Governo iraniano acrescentou que "os atos militares também não vão salvar o regime sionista de seus problemas que tem".   "A crise interna do regime sionista se deve a seu caráter terrorista e invasor, assim como à falta de legalidade", acrescentou Elham, que acha que Israel "está desmoronando internamente".   Elham se refere, assim, aos problemas do atual primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, que foi interrogado ontem pela terceira ve, pela União Nacional de Fraude da Polícia, em relação a sua suposta participação em um caso de suborno que foi estendido a outro de fraude.   O porta-voz iraniano se referiu ao conflito nuclear e disse que a posição do Irã a respeito de sua disposição para um diálogo justo não mudou.   "Continuamos dispostos a dialogar em condições justas", disse o porta-voz iraniano, que advertiu que, se as potências ocidentais pretenderem sair do caminho do diálogo, "quem sairá prejudicado não será a República Islâmica do Irã".

Tudo o que sabemos sobre:
irãisrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.