Jason DeCrow/AP
Jason DeCrow/AP

Irã diz que pode interromper venda de petróleo devido a sanções

Teerã afirm que tem um 'plano B' de contingência para sobreviver sem a receita proveniente do combustível

Reuters

23 de outubro de 2012 | 08h08

Texto atualizado às 10h39

TEERÃ - O Irã disse nesta terça-feira, 23, que pode interromper as exportações de petróleo se a pressão das sanções ocidentais ficar mais intensa, e que tem um "plano B" de contingência para sobreviver sem a receita do petróleo.

 

Veja também:

linkJustiça do Irã nega pedido de Ahmadinejad para visitar prisão

linkUnião Europeia aprova novas sanções contra o Irã

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

 

"Se as sanções se intensificarem, vamos parar de exportar petróleo", disse o ministro do Petróleo do país, Rostam Qasemi, a repórteres em Dubai. "Preparamos um plano para administrar o país sem qualquer receita do petróleo", disse, acrescentando: "Até esta data, não tivemos nenhum problema sério, mas se as sanções forem renovadas, nós partiremos para um 'plano B'".

 

Segundo Qasemi, "se continuarem a aumentar as sanções, vamos cortar nossas exportações de petróleo para o mundo".

 

Sanções

 

Os ministros de Relações Exteriores da União Europeia (UE) aprovaram formalmente na semana passada a imposição de novas e abrangentes sanções contra o Irã.

 

Em declaração conjunta, o bloco afirmou que a República Islâmica urgentemente deve acatar as obrigações internacionais em relação a seu polêmico programa nuclear.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAPETROLEOVENDASANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.