Irã diz que Rússia está comprometida com usina nuclear

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad,disse nesta terça-feira acreditar que a Rússia estácomprometida em terminar seu trabalho, como combinado, naprimeira usina nuclear da República Islâmica, um projetopolêmico em meio à controvérsia envolvendo o programa atômicode Teerã. Sob o plano mais recente, a usina no sudoeste do Irãdeveria começar suas operações em setembro de 2007, mas umasubempreiteira russa disse que não há chance de isso acontecerantes do outono (local) de 2008. "Quando (o presidente russo Vladimir) Putin me viu... eledisse que finalizaria a planta de Bushehr de acordo com oplano. Acho que Putin e o governo russo estão comprometidos comisso", disse Ahmadinejad em uma coletiva de imprensa. "Eu nãoestou preocupado quanto a isso". Ambos os líderes encontraram-se em Bishkek neste mês. Autoridades russas disseram que atrasos na construção dausina devem-se a pagamentos não realizados no valor de milhõesde dólares, e não por questões políticas. Teerã insiste terfeito os devidos pagamentos e que Moscou está sob pressão doOcidente. Os Estados Unidos e alguns países europeus acusam o Irã detentar desenvolver bombas atômicas sob o disfarce de umprograma pacífico. Teerã nega e diz que apenas desejatecnologia para gerar eletricidade. Moscou, por sua vez, diz que não há provas de que o paísislâmico tenha a capacidade de produzir armas nucleares. A Rússia defendeu, nesta terça-feira, sua cooperaçãonuclear com o Irã, dizendo estar em conversas com Teerã sobreseu programa nuclear e ajudando a mantê-lo sob exame minuciosoda Agência Internacional de Energia Atômica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.