Irã diz ter capturado pessoa contratada pela CIA

O Irã afirmou neste domingo que prendeu sete pessoas acusadas de incitação de protestos após a controversa eleição do ano passado, incluindo uma pessoa que afirmou ser contratada pela Agência Central de Inteligência norte-americana (CIA, na sigla em inglês).

FREDRIK DAHL, REUTERS

07 de fevereiro de 2010 | 14h02

A informação sobre as prisões veio da agência oficial de notícias IRNA, e surge às vésperas de possíveis novos protestos em 11 de fevereiro, quando o país comemora o 31o aniversário da Revolução Islâmica de 1979.

Manifestantes da oposição têm usado eventos como esse para reavivar os protestos que seguiram a eleição de junho, que alegam ter sido armada para assegurar a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

As autoridades rejeitam a acusação de fraude eleitoral e, para eles, as enormes manifestações que seguiram a eleição foram uma tentativa estrangeira de enfraquecer a República Islâmica.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAPRENDEUCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.