Irã e potências devem se reunir em outubro, diz Ahmadinejad

Uma autoridade iraniana deverá se encontrar com um representante das grandes potências no mês que vem a fim de debater o impasse nuclear do Irã com o Ocidente, afirmou o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, nesta sexta-feira.

REUTERS

24 de setembro de 2010 | 14h55

"De acordo com planos anteriores, provavelmente em outubro um representante do Irã vai se encontrar com um membro do P5+1", disse Ahmadinejad em Nova York, referindo-se ao grupo formado por EUA, Grã-Bretanha, França, Rússia, China e Alemanha.

"Acho que a sra. Ashton, se ela contatar o representante do Irã, ela pode marcar uma hora para as conversações", disse Ahmadinejad numa entrevista coletiva. A chefe da política externa da União Europeia, Catherine Ashton, é a representante do P5+1 para dialogar com o Irã.

Ministros das Relações Exteriores das seis potências disseram ao Irã na quarta-feira que esperam por uma solução negociada para o impasse sobre o programa nuclear do país, que o governo iraniano diz ser pacífico, mas o Ocidente acredita que tenha como finalidade desenvolver uma arma atômica.

Há meses países ocidentais vêm pedido ao Irã que volte à mesa de negociação, mas com pouco sucesso.

"Esperamos que até outubro estejamos preparados para retomar as conversações, mas já dissemos quais são nossas precondições", disse Ahmadinejad, sem dar mais detalhes.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAHMADINEJADNUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.