Irã empresta US$ 255 milhões para estimular indústria boliviana

O Irã emprestará à Bolívia 200 milhões de euros (255 milhões de dólares) para projetos industriais, reforçando ainda mais as relações entre os dois governos críticos dos EUA, disseram autoridades na segunda-feira.

REUTERS

30 de agosto de 2010 | 19h39

O presidente esquerdista Evo Morales, que há dois anos expulsou o embaixador dos EUA na Bolívia, obteve em 2007 uma linha de crédito de 1 bilhão de dólares do Irã. Ele disse que irá nos próximos meses fazer uma viagem para se encontrar com seu colega iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

Morales se disse aberto a qualquer acordo bilateral que aumente o financiamento sem impor condições ao seu país. "Temos uma política de manter relações com todos, com todos os membros das Nações Unidas, e esta política vai continuar fortalecendo os laços diplomáticos, de investimento e de cooperação por meio dos quais podemos obter empréstimos sem condições", disse ele em declarações exibidas pela TV.

A Bolívia obteve na semana passada uma linha de crédito de 250 milhões de dólares da Coreia do Sul.

(Reportagem de Carlos Quiroga)

Tudo o que sabemos sobre:
IRABOLIVIAEMPRESTIMO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.