Irã enforca duas pessoas por envolvimento em tumulto eleitoral

O Irã executou na segunda-feira dois membros de um grupo oposicionista exilado que teriam participado de agitação após a eleição presidencial contestada de 2009, anunciou a agência oficial de notícias Irna.

REUTERS

24 de janeiro de 2011 | 17h37

De acordo com a agência, Jafar Kazemi e Mohammadali Hajaghaie eram da Organização Mujahedine Khalq (MKO) e teriam filmado e distribuído imagens de enormes manifestações de protesto oposicionista que aconteceram no Irã após a eleição.

"Dois integrantes do grupo dos Monafeghin (hipócritas) ... foram enforcados hoje pela manhã", anunciou a Irna, citando um comunicado da promotoria.

O relatório disse que os dois eram "membros de uma rede ativa" da MKO e se envolveram em tumultos pós-eleitorais, sob a orientação de seu líder na Inglaterra. A Irna disse que os dois foram enforcados depois de um tribunal de apelações ter confirmado sua condenação à morte.

O Irã executou duas pessoas no ano passado por envolvimento nos tumultos pós-eleitorais e por acusação de travar guerra contra Deus, procurar derrubar o establishment islâmico e participação em grupos oposicionistas armados.

A eleição, que foi seguida por enormes manifestações de protesto da oposição, mergulhou o Irã em sua crise interna mais profunda desde a Revolução Islâmica de 1979 e expôs divisões no establishment.

Milhares de pessoas, incluindo figuras reformistas seniores, foram detidas após a eleição por fomentar agitação. Desde então, a maioria foi libertada, mas mais de 80 pessoas foram condenadas a até 15 anos de prisão e cinco foram sentenciadas à morte.

Seis outros iranianos foram enforcados na segunda-feira por acusações distintas, entre elas estupro e homicídio, informou a mídia iraniana.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAOPOSICIONISTASENFORCADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.