Irã espera que Hagel traga mudança na política externa dos EUA

O Ministério de Relações Exteriores do Irã disse nesta terça-feira que espera que a nomeação de Chuck Hagel como próximo secretário de Defesa dos EUA leve a "mudanças práticas" na política externa do governo norte-americano.

Reuters

08 de janeiro de 2013 | 10h56

Irã e Estados Unidos, adversários há mais de três décadas, estão em desacordo sobre muitas questões, inclusive o programa nuclear da República Islâmica, que os países ocidentais dizem ser voltado para esconder a capacidade de desenvolver armas nucleares. O governo iraniano nega.

"Esperamos que haja mudanças práticas na política externa norte-americana e que Washington se torne respeitadora dos direitos das nações", disse o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Ramin Mehmanparast, durante sua coletiva de imprensa semanal, noticiou o site de notícias iraniano Irib.

O porta-voz estava respondendo a uma questão sobre as opiniões de Hagel a respeito de Israel e das sanções dos EUA contra o Irã. Israel ameaçou realizar ações militares contra as instalações nucleares de seu arqui-inimigo, caso a diplomacia baseada em sanções fracasse em conter o desenvolvimento atômico do Irã. Mehmanparast não elaborou mais.

Hagel deve enfrentar resistência pela confirmação no Senado, em meio a acusações de que tem visões anti-Israel e que havia anteriormente recomendado negociações nucleares diretas entre EUA e Irã.

(Reportagem de Marcus George)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAHAGELMUDANCAPOLITICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.