Reuters
Reuters

Irã iniciou enriquecimento de urânio em bunker, dizem fontes

Enriquecimento de urânio para uma pureza físsil de 20% teria começado em sítio subterrâneo

REUTERS

09 de janeiro de 2012 | 10h05

VIENA - O Irã começou a enriquecer urânio em um local dentro de uma montanha, disseram fontes diplomáticas nesta segunda-feira, 9, medida que deve intensificar a disputa entre o Ocidente e a República Islâmica.

 

Veja também:

linkUE exorta Irã a suspender todas as execuções

linkAhmadinejad começa viagem pela América Latina no próximo domingo

documento CENÁRIO: Pressionado, Irã busca mais influência na América Latina

As fontes disseram que o enriquecimento de urânio para uma pureza físsil de 20 por cento havia começado no sítio subterrâneo de Fordow, próximo à cidade sagrada xiita de Qom.

A delegação iraniana na Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), a agência nuclear da ONU, sediada em Viena, não estava imediatamente disponível para comentar a informação.

Ainda nesta segunda-feira, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse que o país não vai ceder à pressão das sanções impostas pelo Ocidente para forçá-lo a mudar os rumos de seu programa nuclear.

"A nação iraniana confia em seus governantes...As sanções impostas ao Irã por nossos inimigos não terão impacto em nossa nação", declarou Khamenei em um discurso televisionado pela emissora estatal. "Sanções não vão mudar a determinação de nossa nação".

Tudo o que sabemos sobre:
Irã NuclearIRANUCLEARENRIQUECIMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.