Irã liberta viajante norte-americana, diz advogado

O Irã libertou a norte-americana Sarah Shourd, que estava presa havia mais de um ano no país, acusada de espionagem, informou o advogado dela nesta terça-feira. Shourd havia sido detida com outros dois norte-americanos, que continuam presos.

REUTERS

14 de setembro de 2010 | 09h14

"Estou dentro da prisão de Evin, cuidando dos documentos dela. Ela foi libertada e está indo para a embaixada suíça", disse à Reuters o advogado de Shourd, Masoud Shafie, falando do presídio onde ela era mantida.

Shourd e dois acompanhantes homens foram presos perto da fronteira iraniana com o Iraque, em julho de 2009. Suas famílias dizem que eles faziam caminhadas nas montanhas do norte do Iraque quando foram detidos.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAEUALIBERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.