Irã não teme ação militar do Ocidente, diz Ahmadinejad

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, fez neste domingo um novo discurso mirando o Ocidente e afirmou que a República Islâmica não teme ações militares, segundo reportes da mídia iraniana neste domingo.

REUTERS

11 de março de 2012 | 13h32

"A nação iraniana não teme bombas e navios de guerra e aviões. Tais armas não valem nada", afirmou ele, segundo a agência Fars, em uma visita à cidade de Karaj, a oeste de Teerã.

A afirmação foi feita após um grupo de países que incluem Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia, China e Alemanha ter aceitado na terça-feira a oferta de Teerã por novas negociações sobre o programa nuclear.

O Ocidente impôs sanções duras ao Irã, tentando forçá-lo a abrir as atividades nucleares à avaliação internacional, em meio à suspeita de desenvolvimento de armas atômicas. O Irã diz que seu programa nuclear tem fins pacíficos.

(Reportagem de Marcus George)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAMEACA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.