Irã nega ter instalação nuclear secreta

O Irã afirmou nesta sexta-feira que não possui uma instalação secreta de enriquecimento de urânio, conforme acusou na véspera um grupo dissidente no exílio, segundo uma agência de notícias.

REUTERS

10 de setembro de 2010 | 10h34

O Conselho Nacional de Resistência do Irã (CNRI) afirmou na quinta-feira ter recebido provas de informantes dentro do Irã sobre a existência da instalação secreta, escavada sob uma montanha a oeste de Teerã.

Os EUA, que acusam o Irã de tentar desenvolver armas nucleares, afirmaram que já sabiam havia anos da existência da instalação subterrânea, mas que não é possível ter certeza de que ela tem fins nucleares.

O principal funcionário iraniano envolvido em questões nucleares, Ali Akbar Salehi, disse que o país vem informando à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, um órgão da ONU) sobre todas as instalações nucleares.

O CNRI revelou em 2002 a existência da usina de enriquecimento de urânio de Natanz e do reator de água-pesada de Arak. Mas analistas dizem que o grupo também já divulgou informações erradas, e que age com fins políticos.

Teerã diz que seu programa nuclear se destina exclusivamente a fins pacíficos.

Tudo o que sabemos sobre:
IRANUCLEARNEGATIVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.