Irã paga a piratas da Somália por libertação de navio

País pagou o resgate aos piratas para recuperar a tripulação e o navio, sequestrado em julho

EFE

11 de outubro de 2008 | 06h21

A rádio estatal do Irã disse que o país pagou a piratas da Somália para assegurar a libertação de 29 marinheiros e seu navio cargueiro seqüestrado em julho.  A rádio citou Mohammad Hossein Dajmar, líder do setor de navios do Irã, que afirmou que o país pagou o resgate aos piratas para recuperar a tripulação e o navio, apesar dos receios de que isso pudesse gerar um mau precedente.  Dajmar disse no sábado que o Irã manteve contato telefônico com os piratas para providenciar alimento e água para os marinheiros iranianos antes que eles fossem finalmente libertados na sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
TEERÃPIRATASSOMÁLIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.