Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Irã pode entrar no Paquistão para caçar 'terrorista'-parlamentar

Um integrante do Parlamento iraniano levantou na segunda-feira a possibilidade de uma operação militar do país no Paquistão contra o "grupo terrorista" responsabilizado por um ataque contra a Guarda Revolucionária do país.

REUTERS

19 de outubro de 2009 | 07h52

O Irã já afirmou no passado que integrantes do grupo sunita Jundollah (soldados de Deus), que segundo a mídia estatal reivindicou a autoria do ataque suicida de domingo no sudeste do país, operam de dentro do território paquistanês.

"Há unanimidade sobre quaisquer operações que a Guarda Revolucionária e as forças de segurança julgarem necessárias", disse o parlamentar Payman Forouzesh, segundo a agência de notícias ISNA.

"Há até mesmo unanimidade de que essas operações (podem) acontecer em território do Paquistão", disse o parlamentar, que é representante da província de Sistan-Baluquestão, onde o ataque aconteceu.

(Reportagem de Hashem Kalantari e Hossein Jaseb)

Tudo o que sabemos sobre:
IRACACAPAQUISTAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.