Irã pode levar de 3 a 5 anos para concluir bomba atômica, diz Pentágono

Urânio altamente enriquecido para fabricação de armas poderia estar pronto em um ano

14 de abril de 2010 | 18h50

Reuters

 

WASHINGTON- O Irã poderia produzir urânio altamente enriquecido suficiente para fabricar um bomba atômica simples em um ano, mas provavelmente irá precisar de três a cinco anos para construir uma arma que possa ser usada, disseram nesta quarta-feira, 14, funcionários do Pentágono.

 

Veja também:

linkPotências se reúnem mais uma vez para definir sanções contra o Irã

linkPara Irã, relação com Brasil deve ser modelo

linkLula pede pelo Irã, mas Obama ignora 

especialEspecial: O programa nuclear do Irã  

 

O novo prazo foi apresentado ao Congresso enquanto o presidente Barack Obama pressiona uma reticente China a apoiar sanções contra o Irã e agências de inteligência americanas tentam completar um novo estudo que avalia o progresso nuclear de Teerã.

 

O tenente-general Ronald Burgess, diretor da Agência de Inteligência de Defesa, disse que a informação disponível sugeria que as centrífugas na usina nuclear iraniana em Natanz produziam urânio pouco enriquecido. Segundo Burgess, elas ainda não eram utilizadas para fabricar urânio com alto nível de enriquecimento, necessário para armas nucleares.

 

Ao ser perguntado sobre quanto tempo o Irã levaria para produzir urânio enriquecido suficiente para uma arma nuclear, Burgess respondeu: "O consenso geral - sem saber novamente o número de centrífugas a que realmente temos acesso - é que estejamos falando de um ano".

 

 

O subchefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas americana, o general James Cartwright, disse que o Irã "tem urânio de baixo enriquecimento suficiente agora para que, se o processarem e enriquecerem mais, em um ano (...) teriam material suficiente para uma arma".

 

Contudo, a estimativa de um ano só se refere ao tempo que Teerã levaria para produzir material suficiente para construir um arma. Seria necessário um prazo muito maior para concluir uma bomba, como por exemplo sua montagem e testes, disseram funcionários.

 

"A experiência diz que eles vão levar de três a cinco anos", desde que tenham urânio altamente enriquecido suficiente até possuírem uma "arma pronta para seu uso, algo que possa realmente causar uma detonação, uma explosão que seria considerada de uma arma nuclear", disse Cartwright.

 

As potências ocidentais, que estão trabalhando em novas sanções a Teerã, temem que o país esteja desenvolvendo armas nucleares sob o pretexto de um programa atômico civil. O Irã afirma que seu programa tem fins pacíficos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.