Irã precisa de até 8 anos para construir bomba nuclear, diz AIEA

Após ameaça de vice-presidente dos EUA, Mohamed ElBaradei reitera que uso da força deve ser evitado

Reuters,

22 de outubro de 2007 | 10h01

O Irã precisaria de três a oito anos para fabricar uma bomba nuclear, afirmou o presidente da agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) em entrevista publicada nesta segunda-feira, 22, pelo jornal francês Le Monde.   "Não posso julgar as intenções deles, mas, supondo que o Irã tenha a intenção de possuir uma bomba nuclear, seriam necessários entre três e oito anos para conseguir", disse Mohamed ElBaradei, chefe da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). "Todos os serviços de inteligência concordam com isso", acrescentou.   ElBaradei afirmou ainda que o uso da força contra o país só deveria ser cogitado quando todas as alternativas diplomáticas tiverem fracassado. Segundo ele, há tempo suficiente para que a diplomacia, punições, diálogo e incentivos tenham bons frutos.   "O Iraque é um exemplo evidente de como, em muitos casos, o uso da força aumenta o problema em vez de resolvê-lo", observou.   Neste domingo, o vice-presidente dos Estados Unidos, Dick Cheney, ameaçou o Irã com "graves conseqüências" se o país não renunciar ao enriquecimento de urânio, quatro dias depois de o presidente americano, George W. Bush, dizer que, se a comunidade internacional quer evitar uma "terceira guerra mundial", é preciso impedir que o Irã tenha "os conhecimentos suficientes para fabricar uma arma nuclear.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAIEA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.