Irã prende 12 pessoas acusadas de promover satanismo

Doze pessoas acusadas de promover o satanismo foram presas no noroeste do Irã, divulgou um jornal no domingo.

REUTERS

25 de outubro de 2009 | 15h17

"Várias pessoas na cidade de Orumiyeh, que se engajaram na promoção do satanismo através de música e da produção de videoclipes blasfemos, foram presas", disse uma autoridade policial citada pelo jornal Resalat.

A conservadora República Islâmica anunciou no ano passado que iria combater "movimentos indecentes inspirados no Ocidente", como rappers e satanistas.

Em maio, forças de segurança iranianas prenderam 104 "adoradores do diabo" e apreenderam álcool e drogas durante uma festa no sul do país. Bebidas alcoólicas e narcóticos são proibidos no Irã.

(Reportagem de Hashem Kalantari)

Tudo o que sabemos sobre:
IRASATANISMO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.