Irã prorroga acordo de petróleo com Turquia apesar de sanções

O Irã prorrogou seu contrato de exportação de petróleo com a Turquia para 2012, segundo noticiou a rede estatal Press TV neste sábado, sugerindo que o país pretende fazer comércio por meio da Turquia para contornar as sanções impostas por causa de seu programa nuclear controverso.

REUTERS

24 de dezembro de 2011 | 12h09

A Turquia disse estar obedecendo a essas sanções, após tentar sem sucesso ser mediadora entre o Irã e a comunidade internacional.

"A National Iranian Oil Co. renovou seus contratos de exportação de petróleo com uma série de companhias petrolíferas turcas... até o fim de 2012", informou a Press TV.

A reportagem disse que a Turquia é um mercado potencial para a exportação de petróleo iraniano para a Europa, e previu que as exportações do Estado islâmico para a Turquia aumentarão em um terço em 2012.

"Em 2011, as compras de petróleo do Irã pela Turquia foram de 150 mil barris por dia, quantia que deve subir a 200 mil barris em 2012."

A União Europeia está considerando uma proibição - já adotada nos Estados Unidos - contra importações de petróleo iraniano, embora diplomatas digam que está crescendo uma percepção na UE de que tal proibição prejudicaria a economia do bloco sem fazer muito para prejudicar o Irã.

(Por Ramin Mostafavi)

Tudo o que sabemos sobre:
IRATURQUIAACORDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.