Irã sinaliza diálogo sobre programa nuclear com o Ocidente

Em conversa com chanceler da UE, negociador de Teerã diz que país receberia bem conversa construtiva

REUTERS

13 de abril de 2009 | 08h26

O principal negociador do Irã para a questão nuclear disse ao chefe de política externa da União Europeia, Javier Solana, que Teerã receberia bem um diálogo construtivo proposto por seis potências mundiais, disse a TV estatal na segunda-feira.

Saeed Jalili conversou com Solana por telefone, segundo a TV estatal. Na semana passada, os Estados Unidos e outras cinco grandes potências disseram que convidariam Teerã para um encontro a fim de discutir seu contestado programa nuclear.

Na conversa, Solana pediu a continuidade das conversas entre os dois lados destinadas a uma nova era de cooperação, segundo a TV iraniana.

Jalili "saudou o diálogo entre o Irã e os seis países sob uma cooperação construtiva... e enfatizou a necessidade de uma compreensão correta das realidades e desenvolvimentos internacional", segundo a TV. Ele disse também que o Irã divulgaria um comunicado oficial em resposta aos seis países, acrescentou a TV.

 

Formado pelos cinco membros-permanentes do Conselho de Segurança na ONU (Estados Unidos, Rússia, China, França e Grã-Bretanha), além da Alemanha, o grupo anunciou no último dia 8 que as negociações seriam retomadas e que  deseja que o país aproveite "esta chance como uma oportunidade para se envolver seriamente com um espírito de respeito mútuo".

O grupo dos seis espera uma saída diplomática para o impasse nuclear. Segundo o documento, o grupo de países reafirma a proposta de auxílio econômico e político ao governo de Teerã, caso o país interrompa seu programa de enriquecimento de urânio.  O grupo também afirma que, caso o Irã não concorde com a proposta, as sanções contra o país serão endurecidas.

Tudo o que sabemos sobre:
IRANUCLEARSAUDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.