Irã tem fotos de áreas israelenses restritas, informa agência

O Irã possui imagens de bases israelenses e outras áreas restritas obtidas a partir de um avião teleguiado lançado no espaço aéreo israelense no início deste mês, disse um deputado iraniano nesta segunda-feira, segundo uma agência de notícias.

Reuters

29 de outubro de 2012 | 13h28

No início deste mês, Israel derrubou um drone após o avião voar 55 quilômetros dentro do Estado judeu. O grupo militante libanês Hezbollah assumiu a responsabilidade pela aeronave, dizendo que suas peças foram fabricadas no Irã e montadas no Líbano.

O avião transmitiu imagens de "bases importantes" de Israel antes de ser abatido, disse Esmail Kowsari, presidente do Comitê de Defesa do Parlamento, de acordo com a agência de notícias iraniana Mehr. Ele estava falando para o canal iraniano Al-Alam, informou a Mehr nesta segunda-feira.

"Essas aeronaves transmitem suas imagens online, e agora possuímos fotos de áreas restritas", teria dito Kowsari.

Em Tel Aviv, um oficial militar sênior de Israel, questionado sobre se o avião tinha sido equipado com uma câmera capaz de transmitir fotos, disse que "em nosso conhecimento, não".

O Exército recuperou destroços da aeronave depois que ela foi abatida sobre uma floresta perto da Cisjordânia ocupada.

O espaço aéreo israelense é monitorado de perto pelos militares e, com exceção de corredores aéreos comerciais, é restrito, com especial atenção às numerosas instalações militares e de segurança.

Ameaças israelenses para bombardear instalações nucleares iranianas se a diplomacia e as sanções não interromperem o programa nuclear de Teerã são um ponto de inflamação de tensões no Oriente Médio. O Ocidente suspeita que o programa seja projetado para desenvolver a capacidade de armas nucleares, algo que Teerã nega firmemente.

(Reportagem de Yeganeh Torbati)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAISRAELFOTOSRESTRITAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.