Irã vai continuar construção de instalação nuclear em Arak

O Irã vai continuar a construção de um reator nuclear na localidade de Arak, disse o chanceler iraniano, Mohammed Javad Zarif, nesta quarta-feira, apesar do acordo fechado com potências ocidentais para interromper o trabalho.

Reuters

27 de novembro de 2013 | 08h01

O reator de pesquisa de água pesada, que está incompleto, surgiu como uma das diversas questões cruciais nas negociações realizadas em Genebra na semana passada, quando o Irã e seis potências mundiais fecharam um acordo para limitar o programa nuclear iraniano por seis meses em troca de um alívio nas sanções impostas ao país.

O Irã disse que não faria "mais nenhum avanço de suas atividades" no reator de Arak, de acordo com um texto do acordo.

"A capacidade da instalação de Arak não será ampliada. Isso significa que não será produzido nenhum combustível nuclear novo e não serão feitas novas instalações, mas a construção vai continuar lá", disse Zarif ao Parlamento, em declarações traduzidas transmitidas pela emissora iraniana Press TV.

Segundo especialistas, uma aparente brecha no texto pode permitir que Teerã construa componentes em outros locais para instalar depois no reator nuclear. Não ficou imediatamente claro se Zarif estava se referindo a isso ou a outras obras.

(Reportagem de Stephen Kalin)

Mais conteúdo sobre:
IRAARAKNUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.