Irã vai exigir mudanças em proposta nuclear da ONU, diz TV

O Irã vai aceitar a base de uma proposta da ONU sobre combustível nuclear, mas também vai exigir algumas mudanças, disse a televisão estatal Alam nesta terça-feira.

REUTERS

27 de outubro de 2009 | 09h44

Citando uma autoridade anônima, a emissora de televisão por satélite de língua iraniana disse que o Irã apresentaria sua resposta à proposta dentro de 48 horas.

A TV não entrou em detalhes sobre que tipos de mudanças Teerã buscaria na proposta feita por Mohamed ElBaradei, o chefe da agência nuclear da ONU, durante encontro na semana passada com Irã, Rússia, França e Estados Unidos em Viena.

O documento pede que o Irã transfira cerca de 80 por cento de suas 1,5 tonelada de urânio de enriquecimento baixo para a Rússia, onde seria enriquecido até o final deste ano, e depois seria enviado para a França para ser convertido em combustível.

O combustível então voltaria para Teerã para alimentar um reator de pesquisa que produz radio-isótopos para o tratamento de câncer.

Na segunda-feira, um importante parlamentar iraniano disse que o Estado islâmico deveria enviar seu urânio para o exterior em várias etapas para processamento.

(Reportagem de Parisa Hafezi)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAMUDANCASNUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.