Iraque acredita que precisará de tropas estrangeiras por 10 anos

O Iraque precisará de tropas estrangeiraspara ajudar a defender o país por mais 10 anos, mas não vaiaceitar bases norte-americanas por tempo indeterminado, afirmouo porta-voz do governo, Ali al-Dabbagh. "Claro que precisamos de apoio internacional. Nós temosproblemas de segurança. Por 10 anos nosso Exército não serácapaz de defender o Iraque", disse Dabbagh à rede de televisãoal-Iraqiya, em entrevista transmitida na noite de domingo. "Não acho que haja uma ameaça de invasão ao Iraque ou denos envolvermos em uma guerra. Mas para proteger a soberaniairaquiana, é preciso que haja um Exército para defender oIraque pelos próximos 10 anos." "Por outro lado, o Iraque aceitaria a existência permanentede bases dos EUA? Absolutamente não. Nenhum iraquiano aceitariaa existência de um Exército estrangeiro neste país", observou."A América é a América e o Iraque é o Iraque." Os Estados Unidos mantêm atualmente cerca de 155 milmilitares no Iraque, atuando formalmente sob bandeira doConselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). O Iraque pediu ao Conselho que amplie a presença das tropasaté o fim de 2008. Os termos para a permanência das forçasnorte-americanas além desta data serão negociadas nos próximosmeses. (Por Peter Graff)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.