Iraque acusa Irã de manter disparos contra seu território

O Irã continua lançando foguetes contra onorte do Iraque, apesar dos protestos de Bagdá, o que ameaça asrelações entre os dois vizinhos, disse na quinta-feira ochanceler iraquiano, Hoshiyar Zebari. Autoridades curdas do Iraque se queixam destes disparosdesde meados deste mês. Escaramuças na fronteira também ocorremocasionalmente, já que dois vizinhos do Iraque, a Turquia e oIrã, enfrentam separatistas curdos que operam a partir de basesno montanhoso Curdistão iraquiano (no nordeste do país). "No dia 28 deste mês, convocamos o embaixador iraniano eentregamos um memorando sobre os disparos por meio da fronteirairaquiana. Na ocasião pedimos que o Irã suspenda imediatamenteesta operação, porque está prejudicando as relações entre osdois países", disse Zebari em entrevista coletiva. "Segundo a informação que recebemos, os disparos estãocontinuando hoje (na província de) Arbil. Novamente pedimos aogoverno iraniano que pare imediatamente esta operação militar." Bagdá diz que centenas de pessoas tiveram de ser retiradasde aldeias fronteiriças por causa dos disparos. A guerrilha PJAK, que busca autonomia para áreas curdas doIrã, supostamente está escondida na região da fronteira. (Por Ahmed Rasheed)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.