Iraque formará novo Parlamento em 14 de junho

Após recontagem dos votos, Legislativo escolherá o novo primeiro-ministro do país

Efe

08 de junho de 2010 | 09h59

BAGDÁ - O presidente em fim de mandato do Iraque, Jalal Talabani, convocou para o próximo dia 14 de junho a primeira reunião do novo Parlamento, informaram fontes oficiais.

 

O anúncio foi feito pelo chefe do escritório presidencial, Nasir al Ani, em comunicado divulgado pelo canal estatal de televisão "Al Iraqiya" nesta terça-feira, 08.

 

A Assembleia Legislativa terá que escolher o presidente do Parlamento e o novo Presidente da República, que por sua vez deverá orientar o líder da principal força parlamentar a formar um novo governo.

 

Nas eleições do último dia 7 de março venceu a aliança Al-Iraqiya (O Iraquiano), liderada pelo ex-primeiro-ministro Iyad Allawi, que conseguiu 91 das 325 cadeiras do Parlamento unicameral.

 

Em seguida se situaram as coalizões Estado de Direito, presidida pelo atual primeiro-ministro, Nouri al-Maliki, com 89 deputados; e a Aliança Nacional Iraquiana, antiga parceira do Governo de al-Maliki, com 70 assentos. A Aliança Curda, com 43 cadeiras, é a quarta força parlamentar.

 

A aliança de Allawi e a de al-Maliki disputam o direito de serem as encarregadas de formar o novo Executivo. A primeira por ter sido a vencedora das eleições de março e a segunda por formar, após um acordo com a Aliança Nacional Iraquiana, a banca mais numerosa.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueparlamentoAl-MalikiAllawi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.